sábado, 30 de março de 2013

Maravilha de chocolate






Esta é a minha participação no "Passatempo de Páscoa" Boca Doce.
Com ela, desejo a todos uma boa Páscoa! 

 Ingredientes: 
- 1 saqueta de pudim Boca-Doce de chocolate; 
- 0,5 l de leite;
- 3 colheres de sopa de açúcar; 
- 4 suspiros; 
- Amêndoas laminadas.Preparação:Fazer o pudim "Boca Doce" de chocolate, seguindo as instruções da embalagem, usando, para tal, o leite e o açúcar indicados.Desfazer, ligeiramente, os suspiros.Em taças individuais, de preferência altas, colocar alternadamente os pedaços de suspiro e o pudim, terminando com pudim.Finalizar, salpicando com amêndoas laminadas.

Bolo da Páscoa





Este é um bolo de chocolate que costumamos fazer na Páscoa, habitualmente cozido em forma de "ninho".

Massa do bolo:

- 250g de açúcar;
- 6 ovos;
- 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
- 2 colheres de sopa de fécula de batata;
- 2 colheres de sopa de cacau;
- 1 colher de chá de fermento em pó.

Bata as gemas com o açúcar, até formar gemada.
À parte, junte a farinha, com a fécula, o cacau  e o fermento.
Noutro recipiente, bata as claras em castelo firme.

Por fim, vá juntando, aos poucos, alternadamente, a mistura com a farinha e as claras batidas ao primeiro preparado (gemas com açúcar), envolvendo cuidadosamente.

Leve a cozer em forma untada.


Para o recheio e cobertura:

- 125 g de chocolate em pó;
- 100 g de chocolate em barra (culinária);
- 100 g de açúcar;
- 200g de margarina;
- 1 colher de sopa de leite;
- 3 ovos.

Amêndoas cobertas para decorar.


Em banho-maria, derreter os chocolates e a margarina, juntamente com o leite.
Bater as claras em castelo.
Bater as gemas com o açúcar.

Envolver numa única mistura os três preparados, finalizando com as claras.

Levar um pouco ao frio, antes de usar.



Para finalizar, abrir o bolo ao meio, na horizontal.  Colocar uma camada do creme de chocolate, entre as duas partes.  Por fim, distribuir o restante creme de chocolate na cobertura do bolo.

Antes de servir, pode decorar com amêndoas cobertas ou outros elementos da sua escolha.  O da imagem levou, igualmente, raspas de chocolate de leite e branco.

sexta-feira, 29 de março de 2013

Facebook - "O meu caderno de receitas"






Ainda não percebi a razão pela qual  não consigo colocar na página do blog o acesso à pagina do Facebook. Dá-me sempre erro e só aparece o link.  Não consegui entender ainda...

Por este facto, fica aqui a  forma de lá chegarem e ficarem, caso gostem.  Basta que acedam  aqui.  Trata-se de "O meu caderno de receitas".

Aproveito para desejar uma Páscoa Feliz a todos os que lerem estas minhas linhas.

Bolo finto na mfp








A Mariana Teixeira, do blog "Receitas para a Felicidade", publicou mais uma linda sugestão de Bolo Finto, que poderão ver aqui.  Gostei tanto que resolvi fazê-la, mas na máquina-de-fazer-pão, emboar já haja receita deste bolo, aqui no blog. Este, não ficou tão bonito como o da Mariana, mas posso garantir-vos que é delicioso.  

A título de sugestão, pode comer-se simples, ou com compota, queijo, enfim... o que a imaginação ditar.  Mas experimentem mesmo, pois vale a pena e tem tudo a ver com este tempo de Páscoa.  


Ingredientes:

- 500 g de farinha 
- 20 g de fermento de padeiro (usei uma saqueta de vahiné)
-  120 g de açúcar
- 2 ovos e 1 gema
- 90 g de manteiga  ou banha (usei manteiga)
- Sumo de uma laranja  (usei o sumo de meia laranja grande) 

-  120 ml de leite 
- 1 c. de café de canela em pó 
- 1 c. de café de erva-doce 
- 1 pitada de sal fino  


Preparação:

Colocar que todos os ingredientes na máquina-de-fazer-pão, pela ordem correcta, ou seja, primeiro os líquidos e depois os sólidos.

Escolher o programa para massa levedada.  Retirar as pás, dar o formato escolhido e terminar com o programa para cozer. 


Já tinha experimentado esta receita e poderão vê-la aqui, com indicações sobre como fazer este bolo de forma tradicional.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Doce de ovos, com frutos secos






É muito rápido de fazer e delicioso.  A porção de açúcar pode ser aumentada ou diminuida, conforme o gosto.  Cá em casa, não gostamos de usar açúcar em excesso e este foi reduzido ao que nos pareceu equilibrado.

Ingredientes:


4dl de água
1 carcaça
250 g de açúcar
6 gemas
casca de limão
pau de canela
frutos secos variados


Preparação:

Comece por triturar o pão.

À parte, junte o açúcar e a água e leve-os, juntamente com o casca de limão e o pau de canela a lume, até fazer ponto leve, o que acontecerá com poucos minutos de fervura.  Retire e deixe arrefecer um pouco, após o que juntará o pão anteriormente triturado, deixando fora desta nova mistura a casca de limão e o pau de canela.

Leve, novamente,  ao lume, até levantar fervura.  Retire, deixe arrefecer e junte as gemas, previamente batidas. 

Por fim, leve esta nova mistura ao lume muito brando, mexendo  sempre, até engrossar um pouco, retirando logo que isso aconteça.

Coloque num prato e decore com os frutos secos, alguns deles grosseiramente triturados.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Tortellini com espinafres e delícias-do-mar




Uma refeição rápida, para todos os dias.  Basta acompanhar com uma salada e já está!



Ingredientes:

- 125gr de tortellini com ricotta e espinafres;
- queijo ralado;  
- espinafres;
- leite;  
- 2 ovos;
- Delícias-do-mar.




Preparação:
Cozi os tortellini em água e sal, com uma colher de sopa de azeite.  Depois de cozidos, foram escorridos e colocados no fundo de um  recipiente de ir ao forno, previamente untado com azeite.
Sobre os tortellini, coloquei os espinafres escaldados e escorridos, bem como o queijo ralado e as delícias do mar, previamente partidas em pequenos pedaços.
Cubri este preparado com dois ovos batidos e o leite suficiente a cobrir tudo o que já estava no recipiente, temperados com sal.
Levei ao forno a gratinar, para finalizar.

terça-feira, 26 de março de 2013

Bolo de chocolate com nozes





Este bolo de chocolate é mais simples do que possa parecer e é maravilhoso,especialmente pelo toque que a combinação de nozes e chocolate lhe confere.E é uma bomba de chocolate, como tanto gosto!

Usei a receita de bolo de chocolate habitual e que já publiquei aqui.

Ingredientes para o bolo de chocolate:
- 5 ovos; - 125 g de chocolate em pó; - 2 chávenas de farinha de trigo com fermento; - 1,5 chávenas de açúcar mascavado; - 0,5 chávena de óleo; - 0,5 chávena de leite; - 1 pitada de sal. 

Ingredientes para o recheio e cobertura:
- Nozes partidas;
- Creme de chocolate e avelãs (usei Nutella).


Preparação:
Juntar as gemas com o açúcar, até obter um creme fofo. Acrescentar o chocolate, o óleo, o leite e a farinha. Finalizar, acrescentando as claras batidas em castelo.
Coze em forma untada (uso spray), em forno a 180º.
Cozi-o na máquina de fazer pão, neste caso. 

Depois de cozido, retire da forma e deixe arrefecer.


Parta o bolo em três partes, na horizontal, o que significa fazer dois cortes ao longo do bolo.
Recheie cada uma delas com  creme e nozes e reconstitua o bolo.
Cubra a totalidade do bolo com o creme e decore a gosto, salpicando com algumas nozes. 




segunda-feira, 25 de março de 2013

A Páscoa e as tradições




Diziam-me:  " a Páscoa é o dia em que se come borrego", "a Páscoa são os ovos de chocolate e as amêndoas" e isto deixou-me a pensar que alguns celebram por tradição, sem saberem bem a razão.

Fiz uma pesquisa rápida e foi num site de Gastronomia que encontrei a explicação mais simples, mas muito clara.

Passo a citar:

"HISTÓRIA DOS OVOS"
E DATA DA PÁSCOA"
"O Domingo de Páscoa é a ressurreição, simbolizada pelo ovo, significando o nascimento – a nova vida.
A tradição de oferecer ovos vem da China.
No domingo de Páscoa, ao abrir o seu ovo, lembre-se que a paciência chinesa é responsável por essa tradição.
Há vários séculos os orientais preocupavam-se em embrulhar os ovos naturais com cascas de cebola e cozinhavam-nos com beterraba.
Ao retirá-los do fogo, ficavam com desenhos mosqueados na casca.
Os ovos eram dados de presente na Festa da Primavera.
O costume chegou ao Egipto.
Assim como os chineses, os egípcios distribuíam os ovos no início da nova estação.
Depois da morte de Jesus Cristo, os cristãos consagraram esse hábito como lembrança da ressurreição e no século XVIII a Igreja adoptou-o oficialmente, como símbolo da Páscoa.
Desde então, trocam-se os ovos enfeitados no domingo após a Semana Santa.
Há duas versões para explicar a substituição de ovos naturais pelos de chocolate.
Uma delas conta que a Igreja proibia, durante a Quaresma, a alimentação que incluísse ovos, carne e derivados de leite.
Mas essa versão é contraditória, pois, na Idade Média, era comum a bênção de ovos durante a missa antes de entregá-los aos fiéis.
A hipótese mais provável é o início do desenvolvimento da indústria de chocolate, por volta de 1828.

Data da Páscoa
Para os cristãos a Páscoa representa a data da Ressurreição de Cristo e que é uma continuação da homenagem em memória à saída dos judeus do Egipto.
Assim, o dia da Páscoa é o primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre no dia ou depois de 21 março. Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas ocorre após ou no equinócio da primavera boreal, adoptado como sendo 21 de março (Concílio de Nicéia 325 d.C.).
A quarta-feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa e portanto a terça-feira de carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa. (...)"

Fonte: 
http://www.gastronomias.com/pascoa/historia.htm

Couscous com ovo e amêndoas, com salada fresca







Em quase todas as casas sobram alimentos preparados ou pré-preparados.  Aqui também é assim.
Sobraram couscous, desta vez. Foram aproveitados como vou descrever-vos.  Costumo fazê-lo, também, como arroz.
Gostámos muito e, por isso, fica a sugestão.


Ingredientes:
- Couscous (já preparados) - porção para uma pessoa.;
- 4 Ovos;
- Amêndoas laminadas (3 colheres de sopa);
- Azeite;
- Alhos laminados.

Preparação:
Cobrir com azeite o fundo de uma frigideira anti-aderente. 
Colocar os alhos e as amêndoas, laminados.
Deixar dourar ligeiramente.
Juntar os couscous, bem soltos.
Acrescentar os ovos batidos, temperados de sal.
Deixar cozinhar até os ovos estarem no ponto desejado.



Para a salada:
- Alface;
- Tomate;
- Milho;
- Pepino;
- Laranja;
- kiwi;
- Cebola roxa.

Temperar a gosto.

domingo, 24 de março de 2013

Bolo de iogurte, com aveia, chia e sementes de papoila




Gosto de bolos com a textura mais pesada, mas simples, preferencialmente.  

Espero que gostem, tanto quanto gostámos, por aqui.


Ingredientes.
- 1 iogurte natutal;
- 4 ovos;
- 2, 5 chávenas de farinha com fermento;
- 1, 5 chávenas de açúcar mascavado;
- 0,5 chávena de azeite;
- 3 colheres de sopa de flocos de aveia integrais;
- 1 collher de sopa de sementes de papoila;
- 1 colher de sopa de Chia;


Preparação:

Envolva o açúcar com as gemas.

Junte o iogurte,  o azeite, a farinha, as sementes e a aveia.
Finalize com as claras em castelo e leve a cozer em forma untada.
No meu caso, usei a máquina de fazer pão, para este efeito.


sábado, 23 de março de 2013

Páscoa, os presentes







É altura de pensar nos presentes de Páscoa e no que se vai fazer para receber a família e amigos, ou para levar, caso sejamos convidados para celebrá-la fora.

Como sabemos, este é um ano difícil, para muitos e isso começa por ser desmotivador, mas não tem de sê-lo, forçosamente.  Mas não vou alongar-me, quanto a isso, pois todos conhecemos a realidade.

Habitualmente, oferecem-se os tradicionais ovos de chocolate às crianças.  Caso isso não seja oportuno, este ano, pode-se optar, por exemplo, por fazer um ovo com a receita de salame de chocolate, levá-lo ao frigorífico e embrulhá-lo com papel colorido, conforma a imaginação for dizendo.  Será um presente personalizado e muito mais em conta.  Igualmente, pode decorar-se cada ovo ao gosto do seu pequeno destinatário, com imagens alusivas ao que se sabe serem as suas preferências.

Ainda acerca de ovos de Páscoa, podem fazer-se pequenos ovinhos, com recurso à mesma receita de salame, como referi atrás, que serão embrulhados individualmente e colocados em saquinhos para oferta, com decoração a gosto.  E isto é válido para os mais novos, mas também para os mais velhos.

Aos mais velhos, podem oferecer-se amêndoas feitas em casa, em pequenos saquinhos, também personalizados, quanto à decoração.

Páscoa também é tempo de folar e estes são, igualmente, uma feliz oferta, por estes dias.  Podem fazer-se pequenos folares para oferecer às crianças e/ou aos adultos, ou juntá-los a ovos de chocolate, ou a amêndoas.

Pão-de-ló é, para muitos, o bolo da Páscoa e este fica bem na mesa, mas também é sempre bem acolhido, por quem o recebe.

Finalmente, um cabaz de Páscoa, com um pouco de tudo isto, também é um presente pelo qual se pode optar.

Enfim, são algumas sugestões  "home made", para que a Páscoa aconteça com alegria, também quanto aos presentes que adoçam o coração de  quem oferece, mas também de quem dá.

Que esta seja uma Páscoa feliz!



Folhados de sardinha e queijo




Como referi antes, num destes dias resolvi aventurar-me a fazer massa folhada, como poderão ver aqui.

Entretanto, tinha visto uma receita que me agradou, pela mão da querida Mariana Teixeira, no blog dela,  "Receitas para a Felicidade"  e que poderão conferir aqui.

E com esta inspiração parti para uns folhadinhos de sardinha e queijo, que acompanhei com uma  salada fresca.

Ingredientes:
- Massa folhada;
- Queijo em fatias;
- Sardinhas em conserva;


Preparação:
Estenda a massa e cubra-a com as sardinhas, sem peles e espinhas.
Por cima, coloque as fatias de queijo, a cobrir a superfície onde colocou antes as sardinhas.
Enrole, como se fosse uma torta.
Coloque num tabuleiro, sobre papel vegetal, ou num tapete de silicone.
Dê uns pequenos golpes, sem ir ao fundo, apenas para facilitar a separação dos folhados, após a cozedura.
Leve ao forno para cozer.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Bacalhau em cebolada, com tomate, pimentos e batatinhas






É complicado dar nomes ao que se vai cozinhando.  É por isso que quase sempre acabo por dar o nome dos ingredientes principais.

Hoje é um desses dias.  Bem podia chamar-lhe "Bacalhau delicioso"  ou usar qualquer outra adjectivação sinónima, pois bem a merece!

Ingredientes:
- Bacallhau sem peles e espinhas (dá para usar mias de bacalhau);
- Batatas;
- Azeite;
- Alhos;
- Cebola;
- Pimento Verde;
- Pimento Vermelho;
- Tomate;
- Vinho Branco;
- Azeitonas pretas.


Preparação:
Corte as batatas em pequenos cubos, frite-as, escorra-as e reserve-as;

Faça um refogado com a cebola e alhos laminados, em azeite.
Junte o tomate picado e pouco depois tirinhas dos dois pimentos.
Acrescente vinho branco e deixe suar um poucom temperando de sal.
Adicione o bacalhau, trmpere com sal e deixe cozinhar.

Quando o bacalhau estiver pronto, adicione as batatas e envolva.
Acrescente  algumas azeitonas pretas.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Massa folhada






Desde criança que me dizem que não desisto facilmente das coisas em que acredito.  Antes, irritava-me bastante, ao escutá-lo, pois tinha perfeita noção de que era uma forma de me alertarem para alguma teimosia.  
 
Pensando bem, eu não desisto mesmo facilmente das coisas que me merecem que acredite nelas, a não ser que se revelem impossíveis.

Com a massa folhada, também foi assim.  Há muito que sonhava aprender a fazê-la.  Deu trabalho, mas ela aí está.  Bem sei que é mais fácil comprá-la feita e irei continuar a fazê-lo muitas vezes, mas gostei muito desta experiência e até fiz, no final, uns folhadinhos.

A receita foi retirada do blog "Sabor Saudade" e poderão encontrá-la aqui.

Trago a receita, com as alterações que fiz e algumas fotos.

Ingredientes:
- 400g de margarina;
- 500 g de farinha de trigo;
- 100 ml de água fria;
- 1/2 colher de chá de sal;


Preparação:
Amasse todos os ingredientes para que se forme uma massa moldável e com forma, isto é que não se pegue às mãos. Se necessário, acrrscente mais um pouco de farinha ou de água,  até obter este resultado.

Deixe a massa repousar um pouco no frigorífico(20m), tapada com película aderente.
Após este tempo, estenda-a com o formato de um rectángulo (ou quase...).



Dobre-a em 3 partes, formando uma espécie de envelope.
Assim:


E depois, assim:




Depois, dobre a meio e ficará assim:




Colocar no frigorífico, envolvida em película aderente, durante 40m.

Após este período, repetir toda esta operação mais 3 vezes, inclusivé a pausa no frigorífico.
Estender a massa sempre o mais fino possível. 

Depois, basta usar!



quarta-feira, 20 de março de 2013

Bolo de côco




Em criança, devorava uns bolinhos de côco que se faziam numa Pastelaria perto da minha escola.  Tinham o formato que costumamos dar aos pastéis de bacalhau, ou seja, eram feitos com duas colheres.  Como eram deliciosos!  Ainda hoje os recordo:  muito branquinhos e alinhados, ali, à minha espera!

Os anos passaram, eu até consegui uma receita que se aproxima, em resultado, daqueles bolinhos, mas aqueles eram únicos e por mais que os procure pela vida, ainda não os reencontrei, desde que a Pastelaria em questão mudou de donos e eu cresci e também mudei de vida e de terra, etc... tanta vida passou entretanto!

Apesar de tudo isso, continuo a gostar muito de côco e revejo-me nesses dias sempre que o uso como ingrediente seja em que preparação for.

Hoje trago um bolo de côco, também muito apreciado, cá em casa.  Já não foi possível fotografá-lo intacto, mas sei que entenderão. 

Ingredientes:

- 5 ovos;
- 100 g de côco ralado;
- 2 chávenas de farinha, com fermento;
- 1,5 chávenas de açúcar;
- 0,5 chávena de óleo de girassol;
- 0,5 chávena de leite.


Preparação:

Bater as gemas com o açúcar, para obter um creme macio.  
Misturar o côco com a farinha e o leite com o óleo.
À mistura das gemas, acrescentar, aos poucos e alternadamente as duas misturas anteriores. e envolver bem, até finalizar.
Juntar, por fim, as claras batidas em castelo firme.
Levar ao forno a cozer, em forma untada (uso spray).

terça-feira, 19 de março de 2013

Tortilha de arroz, legumes e amêndoas e o Passatempo do 4ª. Aniversário do Blog "Cinco Sentidos na Cozinha"






O blog "Cinco Sentidos na Cozinha " celebra 4 anos e teve a simpática iniciativa de celebrar a data com todos nós, lançando um Passatempo que poderão conhecer aqui e concorrer.

É pedido que seja uma receita de baixo custo e creio que esta que hoje apresento e com a qual participo se insere no que nos é pedido.

Esta tortilha é muito simples, mas muito boa  e serve, também, para aproveitar algum resto de arroz que tenham aí a precisar de ser consumido.  O que lhe dá um toque muito agradável e ligieramente diferente do habitual é a amêndoa.

Desta forma, vamos à receita.  Antes, felicito os que já participaram, os que vão participar, mas também a autora do blog  pela feliz iniciativa, mas também pelos quatro anos de partilhas deliciosas.

Feliz Aniversário, "Cinco Sentidos na Cozinha"!


Ingredientes:
- Arroz cozido (uma pequena porção);
- Azeite;
- Alhos;
- Cebola;
- Espinafres;
- Tomate;
- Pimento verde;
- 4 ovos;
- Amêndoas laminadas;
- Sal.


Preparação:
Fazer um refogado com os alhos e a cebola laminados e o azeite necessário para esse efeito.
Juntar o tomate picado, quadradinhos de pimento verde e os espinafres em folhas (se forem congelados, escaldá-los, previamente).  
Deixar cozinhar um pouco e juntar o arroz, bem solto.  
Envolver bem e juntar amêndoas laminas e os ovos batidos, temperados com sal.
Deixar cozinhar e virar, com o ajuda de um prato ou de outra frigideira e deixar que o preparado solidifique, também no outro lado.
Colocar num prato e salpicar com amêndoas laminadas, levemente torradas.  


          

segunda-feira, 18 de março de 2013

Bolo de chocolate




Este bolo foi feito ontem e a intenção era colocar-lhe alguma  cobertura, mas nem deu tempo, pois só deu para esperar pela foto e começou logo a ser saboreado.


Este é o bolo de chocolate habitual, cá em casa.  Há dias em que o tempo falta e chego a fazê-lo juntando todos os ingredientes, de uma só vez, misturando-os bem e o resultadoé igualmente satisfatório.  Contudo, é óbvio que fica mais fofo se for feito com os passos indicados abaixo, comuns à maioria dos bolos.

Ingredientes:

- 5 ovos;
- 125 g de chocolate em pó;
- 2 chávenas de farinha de trigo com fermento;
- 1,5 chávenas de açúcar mascavado;
- 0,5 chávena de óleo;
- 0,5 chávena de leite;
- 1 pitada de sal. 

Preparação:

Juntar as gemas com o açúcar, até obter um creme fofo.
Acrescentar o chocolate, o óleo, o leite e a farinha.
Finalizar, acrescentando as claras batidas em castelo.

Coze em forma untada (uso spray), em forno a 180º.



domingo, 17 de março de 2013

Molho de tomate




Cada dia cresce o número de alimentos preparados que faço em casa.  Com o molho de tomate, isso já acontece há muito tempo.  As razões prendem-se com a qualidade, especialmente, mas também há a realçar o factor custo.

Com o molho de tomate, costumo fazer uma boa porção e congelo em caixas o que sobra.  Nas mais pequenas, coloco porções à medida de uma pizza, ou de um complemento de alguns cozinhado, como por exemplo couscous ou arroz.  Isto permite ter soluções rápidas para refeições.  Já me tem acontecido fazer ovos com tomate, sopa de peixe, ou mesmo Atum à Beira-Baixa, tendo por base este molho de tomate.


Costumo fazer assim:

- Tomates;
- Azeite;
- Alhos;
- Cebola;
- Pimento Verde;
- Açúcar (1 colher de café);
- Sal a gosto;
- Caril em pó(1 pitada e facultativo
- Orégãos.

Começo por fazer um refogado com o azeite, os alhos e a cebola, a que junto, depois, os tomates e, pouco depois, umas tirinhas de pimento verde.  Deixar cozinhar, acrescentando um pouco de água, se necessário.
Temperar com o açúcar, o sal, o caril e os orégãos e deixar terminar.

Triturar, ou esmagar, consoante a textura pretendida.

sábado, 16 de março de 2013

Bolo de cenoura com pudim de chocolate Boca Doce





O que hoje vos trago é frequente, cá em casa.  Gostamos do contraste entre o bolo e o pudim, ou outros cremes macios.

Desta vez, havia bolo de cenoura para aproveitar, pois tinha sobrado do bolo de aniversário que fiz para a minha filha.  Como foi todo recortado, havia bastante.  E para isso, nada melhor do que o pudim de chocolate  Boca Doce.  Desta forma, com esta simples sobremsa, vou hoje participar  neste  Desafio, no Blog   "As Receitas da Patanisca" .  

Ainda ontem comentava que tinha participado num passatempo da blogsfera, pela primeira vez e eis-me hoje, novamente a fazê-lo.  Nada como começar, não é mesmo?  

A receita é simples:

Fazer um bolo de cenoura, ou aproveitar pedaços de que haja de sobra.  Usei a receita que referi aqui, ou melhor, o que restou, como expliquei atrás.

Fiz o pudim Boca Doce de chocolate, conforme as intruções e fui intercalando camadas de pudim e camadas de bolo de cenoura, esfarelado.  Terminei, como se vê na imagem, com bolo, salpicando ligeiramente a última camada de pudim e finalizei com um pequeno coração, feito com o bolo.

Levei ao frigorífico, por umas horas e ficou delicioso!